Business Brunch – Como implementar medidas de integridade nos negócios? - Insights do Brasil

13.04.2017

Brasília, Brasil

Por ocasião da Presidência alemã do G20, a Alliance for Integrity e a Embaixada da Alemanha no Brasil coorganizaram um brunch empresarial sobre desafios e oportunidades na implementação de medidas de integridade nos negócios. Um encontro exclusivo com cerca de 50 representantes de alto nível do setor privado e público brasileiro, incluindo o Claudia Taya, Secretária de Transparência e Prevenção da Corrupção, bem como especialistas da sociedade civil, os quais reuniram-se com os chefes de delegação do Grupo de Trabalho Anticorrupção do G20 para uma troca de boas práticas visando reforçar a integridade nos negócios.

As boas-vindas foram dadas pelo Embaixador da Alemanha no Brasil, Dr. Georg Witschel, enfatizando a importância da integridade e anticorrupção para o crescimento econômico e o desenvolvimento sustentável das sociedades. O Embaixador destacou a importância da cooperação entre diferentes organizações e países para prevenir e combater com êxito a corrupção. Um bom exemplo de ação coletiva e de esforços conjuntos é a Alliance for Integrity, mencionada pelo Embaixador Witschel, pois está identificando, adotando e disseminando soluções e ferramentas para fortalecer a integridade nos negócios.

Dando continuidade, Noor Naqschbandi, Diretor da Alliance for Integrity, moderou a discussão sobre os desafios na implementação de medidas eficazes contra a corrupção nas PMEs, como gerir a cadeia de suprimentos e como promover a integridade entre os concorrentes. Dois representantes do setor empresarial compartilharam suas experiências na implementação de medidas de integridade e compliance.

Luiz Rubião, diretor da Radix, empresa de médio porte que ganhou o Prêmio Pró-Ética, abordou os desafios para as PMEs na implementação de medidas de integridade e apresentou soluções para que as empresas introduzissem com êxito seu próprio sistema de compliance.

Roberta Codignoto, Diretora de Compliance da Staples Brasil e Argentina e também treinadora do programa de capacitação DEPE da Alliance for Integrity, falou sobre sua percepção de ser instrutora do DEPE e como o programa apoia as PMEs na implementação de medidas de compliance.

Os participantes discutiram os desafios comuns que o setor público enfrenta ao lidar com o setor privado e como as soluções apresentadas podem ser aplicáveis a ambos. Outra questão levantada foi como as empresas podem desenvolver uma cultura de compliance dentro e fora das organizações. O grupo discutiu medidas internas e externas e também foi argumentado que a criação de condições de concorrência equitativas é importante para as organizações enfrentarem os desafios de integridade, o que é facilitado através da ação coletiva.

No encerramento, Noor Naqschbandi destacou a importância da comunicação, seja dentro da organização ou na interação com fornecedores ou concorrentes.