Evento de lançamento do primeiro Integri-TEA na Índia

08.04.2020

Índia, Online

Integri-TEA

A corrupção e a desigualdade de gênero estão de várias maneiras fortemente conectadas. Homens e mulheres são afetados pela corrupção de diferentes maneiras e são objetos de diferentes práticas e comportamentos corruptos. A Alliance for Integrity desenvolveu, portanto, um novo formato chamado “Integri-TEA” que visa especificamente mulheres empresárias da Índia. O evento fornece um ambiente informal e protegido para discutir abertamente os desafios relacionados à corrupção e as possíveis soluções. Durante uma xícara de chá, os participantes compartilham experiências, aprendem uns com os outros e desenvolvem uma profunda compreensão das ferramentas e boas práticas disponíveis para evitar a corrupção em seus negócios. O formato é baseado no "Integrity Coffee" no México, lançado com sucesso em outubro de 2019.
O Integri-Tea será lançado inicialmente nas regiões de Rajasthan, Telangana e Assam, pois nosso parceiro de implementação  Her&Now já está intensamente envolvido nestas localidades. Com o apoio da Start-up Oasis, o evento de introdução ocorreu na quarta-feira, 08 de abril de 2020. Devido ao surto em andamento do Covid-19, a sessão teve que ser adaptada à nova situação e foi organizada como uma reunião virtual com mulheres empresárias de Rajasthan.

O primeiro Integri-TEA começou a explorar os desafios que as mulheres enfrentam na luta contra a corrupção e as medidas que suas próprias empresas adotaram até agora. A maioria das participantes afirmou que, em termos de compliance, eles não se sentem em desvantagem por conta de seu sexo. No entanto, isso muda consideravelmente quando se trata de estereótipos e vieses predominantes nos diferentes setores. 

Ao compartilhar sua jornada como empresárias, muitas das mulheres destacaram que seus negócios são construídos com base na confiança, mas devido ao seu pequeno tamanho, apenas alguns deles já implementaram sistemas internos de gerenciamento de compliance.

Posteriormente, as empresárias compartilharam outros desafios que enfrentam em seu trabalho diário. Como exemplo, eles mencionaram que, como não existem contratos legais assinados entre os fornecedores e as empresas, as empresárias não podem reivindicar pagamentos em atraso. Especialmente em tempos de crise, esse comportamento comercial baseado exclusivamente na confiança pode se tornar um grande problema. Durante a discussão, alguns participantes declararam que não sabem como reagir com confiança a qualquer demanda de corrupção. Assim, eles expressaram o desejo de receber mais treinamentos sobre esse assunto e aprender mais sobre contratos, redação e interpretação. Além de especialmente as mulheres de negócios, cujo principal negócio é o design de moda, procuraram entender melhor seus direitos de propriedade intelectual.

Debido à pandemia global, a Alliance for Integrity teve que adiar o treinamento de integridade nos negócios Vyapaar se Vyapaar ko (DEPE), que visava responder a todas essas perguntas pendentes. Como compensação, serão realizadas sessões interativas de especialistas que se concentrarão especificamente nos problemas acima mencionados. Além disso, a Alliance for Integrity organizará intercâmbios online com mulheres empresárias da Índia e de outros países onde a iniciativa é ativa.

Autora: Seema Choudhary

 
Este site utiliza cookies. Você pode saber mais sobre seus direitos e como evitar cookies em nossa política de proteção de dados.Schließen