Mulheres líderes empresariais trabalham juntas para combater a corrupção

10.03.2020

Cidade de México, México

Integrity Cofee Mexico

Na terça-feira, 10 de março de 2020, onze mulheres empresárias se reuniram na sede da Covestro na Cidade do México para discutir o efeito específico da corrupção nas mulheres, os desafios que enfrentam e como superá-los.

Erika Díaz Ulloa, Chefe Legal, de Propriedade Intelectual e Compliance da Covestro, recebeu e deu as boas-vindas aos participantes. Ela enfatizou a importância de ter mulheres líderes de negócios participando desses eventos, pois suas ações têm um enorme impacto na transparência e na integridade dos negócios.

O segundo Integrity Coffee no México ofereceu aos participantes a oportunidade de compartilhar suas experiências e aprofundar sua compreensão das ferramentas e boas práticas disponíveis para evitar a corrupção em seus negócios. A sessão começou explorando os desafios que as mulheres enfrentam na luta contra a corrupção e as medidas que suas próprias empresas adotaram até agora.

"A segunda edição foi muito útil para nós como um guia", disse Tania Bobabilla Grandos, da Rede Transformacional THINK BEE. “Vale a pena conhecer a nós mesmas, quem somos, para onde estamos indo. A maneira como as mulheres exercem a liderança é comum entre muitas de nós, e isso nos ajuda a quebrar paradigmas e a sermos reconhecidas pelos valores que expressamos em nosso trabalho."

No que diz respeito à replicabilidade de boas práticas, as participantes concordaram que, como proprietária de uma empresa, é importante entender a lei e saber o que é exigido delas. Elas também acreditam fortemente que é importante treinar todas as pessoas que trabalham na empresa e seguir uma abordagem de tolerância zero em relação à corrupção. Além disso, os treinamentos devem ter o objetivo de ser preventivos e não punitivos, assim como as sanções devem ser comunicadas com o objetivo de criar convicções e bons valores.

As participantes concordaram que deveriam tornar o gênero uma fortaleza e não uma fraqueza e compartilhar exemplos de sucesso e boas práticas com outras mulheres. Por meio de ações coletivas, as participantes afirmaram que as líderes mulheres podem ter um papel fundamental na prevenção da corrupção em seu ambiente de negócios.

"Como representante de mais de 4.000 mulheres de negócios, estou convencido de que a integridade é o maior valor agregado para uma empresa", disse Blanca Estela Pérez Villalobos, presidente da Associação Mexicana de Mulheres Líderes Empresariais (AMMJE), que também sublinhou a necessidade de ação coletiva.

No futuro, as participantes esperam se juntar a uma terceira edição do Integrity Coffee. Elas também propuseram um workshop sobre Técnicas de Negociação Ética para Mulheres Empresárias, que exploraremos no futuro para continuar a conversa sobre corrupção e gênero.

Autor: Kevin Oskar Pöll Garduño

 
Este site utiliza cookies. Você pode saber mais sobre seus direitos e como evitar cookies em nossa política de proteção de dados.Schließen