O Grupo de Trabalho “Fortalecimento da Integridade Nas PMEs” da Alliance for Integrity se reúne em São Paulo para planejar as próximas atividades de 2017

05.04.2017

São Paulo, Brasil

O Grupo de Trabalho “Fortalecimento da Integridade nas PMEs” da Alliance for Integrity realizou o segundo encontro de 2017 em São Paulo. A reunião iniciou com uma análise dos indicadores de comunicação, os quais foram apresentados pela primeira vez na última reunião do grupo e serão monitorados por trimestre. Os indicadores são baseados nos objetivos estratégicos do plano de comunicação: engajamento, do comprometimento à pratica, soluções práticas e institucionais.

Dando continuidade, foi apresentado também o calendário oficial das atividades de 2017 da Alliance for Integrity, incluindo o ciclo Webinar DEPE, o qual também foi pauta da reunião. Na oportunidade foram apresentados os resultados da primeira edição, que ocorreu em fevereiro e teve como tema “Análise de riscos”. A próxima edição do ciclo Webinar DEPE terá como tema “Código de ética” e está agendada para o dia 18 de abril. A sessão contará com especialistas de compliance da Siemens e da Onofre como palestrantes. Essa será a segunda edição de um ciclo de seis sessões, as quais ocorrerão ao longo de 2017 e tem como objetivo auxiliar as PMEs na fase de implementação de seus sistemas de compliance.

Após, Amanda Rocha, Network Manager da Alliance for Integrity, apresentou sobre os desafios da publicação “Entre a expectativa e a realidade A evolução de uma cultura de compliance em países selecionados”, uma publicação lançada na Alemanha pela KPMG em parceria com a Alliance for Integrity e a Lateinamerika Verein e.V.. A publicação será lançada ainda esse mês no Brasil e dará início ao ciclo de Debates para Integridade.

Fechando a reunião, o grupo contou com um depoimento exclusivo do Presidente da Staples no Brasil, João Paulo Amadio, falando sobre integridade como sustentabilidade no negócio.

Atualmente, o grupo é composto por representantes de empresas nacionais e multinacionais; setor público; organizações internacionais e sociedade civil sendo eles: Allianz, Banco do Brasil, CNI, Central Nacional Unimed, GE, Givaudan, Instituto Ethos, Mercedes-Benz Brasil, Ministério da Transparência, Fiscalização e Controle - CGU, Natura, Rede Brasil do Pacto Global, Saint Gobain, Sebrae SP, Siemens Brasil, ThyssenKrupp, Transparência Internacional e Whirlpool.

 
Este site utiliza cookies. Você pode saber mais sobre seus direitos e como evitar cookies em nossa política de proteção de dados. Schließen