Serious games: Jogos para mais integridade?

24.10.2019

Berlim, Alemanha

Em 24 de outubro de 2019, o Ministério Federal do Interior, Construção e Comunidade (BMI, da sigla em alemão), em cooperação com o Centro de Compliance de Viadrina (CCV) da Universidade Europeia Viadrina Frankfurt (Oder) e o Instituto Alemão para Compliance (Deutsches Institut für Compliance e.V., DICO) realizaram uma conferência sob o título “Integridade e Gerenciamento de Compliance - Um Discurso Aberto”. Cerca de 100 convidados de autoridade estaduais e federais, do setor privado e academia compareceram ao evento.

O objetivo da conferência foi promover o intercâmbio entre o setor público e privado com relação a benefícios, funções e organização de abordagens holísticas para integridade e gerenciamento de compliance, além de destacar novos desenvolvimentos na área.

Klaus Vitt, Secretário Estatal no BMI, deu as boas-vindas aos participantes e sublinhou a importância da integridade para a credibilidade e legitimidade de todos os atores no Estado e na sociedade. Em seguida, o Dr. Bartosz Makovicz do CCV explicou as diversas dimensões da integridade em seu discurso introdutório.

Nas discussões seguintes, ficou claro que, apesar das diferenças de objetivos e de constituição, os setores público e privado podem aprender muito um com o outro sobre a promoção de uma cultura de integridade e desenvolver as capacidades necessárias. Em ambos os casos, a comunicação exerce um papel-chave.

Uma forma atrativa e inovadora de comunicação sobre temas de integridade foi apresentada pela tarde: O painel, moderado por Susanne Friedrich, Diretora da Alliance for Integrity, “Aprendendo por meio do jogo - Serious Games e outros métodos digitais” lidou com oportunidades e desafios do uso de jogos digitais para promover a integridade. Baseado na tese “jogos aplicados significam conhecimento aplicado”, expert em gamificação Christoph Deeg descreveu as oportunidades implicadas pelos jogos adaptadas ao mundo real do público-alvo. A complexidade da integridade com suas áreas cinzas e dilemas pode ser reproduzida em jogos, e a confrontação atuada pode levar a aprendizados. Para que as tecnologias alcancem o sucesso desejado, contudo, é extremamente importante definir claramente o público-alvo e os objetivos de aprendizado de antemão, como enfatizado por Martina Koger, da Secretaria Federal Austríaca de Combate à Corrupção (BAK) e Profa. Dra. Tanja Rabl da Universidade Técnica de Kaiserslautern. Os serious games (jogos digitais com um contexto sério) podem trazer uma contribuição significativa para a promoção da integridade.

Erwin Schwärzer, Chefe da Divisão da Sociedade Digital e Tecnologia da Informação do BMI, concluiu a conferência com o apelo: “Mesmo que o tópico da corrupção não seja prioritário na agenda da Alemanha, não é de forma alguma um fenômeno que ocorre apenas no exterior. É por isso que um discurso aberto sobre o tema é importante também na Alemanha”.

Autoras: Susanne Friedrich e Bega Tesch

 
Este site utiliza cookies. Você pode saber mais sobre seus direitos e como evitar cookies em nossa política de proteção de dados. Schließen