Apoiando Mulheres Empreendedoras na Criação de Sistemas Eficazes de Compliance

04.06.2021

Índia, online

Mulheres tendem a ser mais afetadas pela corrupção, geralmente de natureza sexual, que seus colegas homens. O nexo entre gênero e corrupção geralmente as coloca em uma posição vulnerável e desvantajosa. É por isso que é importante empoderar mulheres empreendedoras e dar a elas ferramentas necessárias para prevenir práticas de corrupção. Com isso em mente, a Alliance for Integrity adaptou o treinamento de prevenção à corrupção VSVK (Vyapaar se Vyapaar ko – “De Empresas para Empresas”) para as necessidades específicas de mulheres que atuam no ambiente de negócios, de forma a criar uma plataforma onde elas pudessem compartilhar abertamente os desafios de gênero e corrupção enfrentados e pudessem aprender sobre como combatê-los. Após ter tido sucesso no Brasil e no México, o programa de treinamento foi implementado na Ásia pela primeira vez. Em parceria com a Her&Now, nós realizamos quatro sessões digitais entre os meses de maio e junho em que as participantes aprenderam sobre as diferentes facetas da corrupção e sobre como identificar e mitigar os possíveis fatores de risco e tiveram acesso a ferramentas práticas sobre como montar um sistema eficaz de compliance. O programa de treinamento foi liderado por dois treinadores experientes, Dinesh Agrawal, consultor independente, e Bhavna Arora, diretor jurídico e de compliance na TÜV Rheinland India Pvt. Ltd.

A maioria das participantes vieram do estado de Rajasthan e do nordeste da Índia, sendo representantes de diferentes setores, incluindo os setores têxtil, de processamento alimentar e de tecnologia da informação. Algumas delas acabaram de abrir seus negócios e estão no início do processo de implementação de mecanismos de compliance, outras estão no mercado há mais tempo e almejam aprimorar o sistema de compliance já existente. A diversidade das participantes permitiu o aprendizado através das diferentes perspectivas existentes no link entre gênero e corrupção e das experiências compartilhadas.

Bhavna Arora e Seema Choudhary, gerente de network da Alliance for Integrity na Índia, introduziram alguns dos desafios centrais que as participantes compartilharam durante a série Integri-TEA. O formato Integri-TEA foi desenhado especificamente para mulheres empreendedoras e empresárias da Índia, o que proporcionou um desenho informal e seguro para que elas pudessem debater abertamente os desafios e as possíveis soluções. As participantes compartilharam suas experiências, aprenderam umas com as outras e puderam desenvolver um entendimento profundo de ferramentas e boas práticas existentes para a prevenção à corrupção. Entre os desafios mencionados, foram citados a discriminação de gênero, a falta de acesso a Recursos financeiros e a inexistência de programas de mentoria para guiar mulheres entrando no mundo de negócios. “Muitas mulheres acham difícil para criar uma rede de contatos com outros negócios e organizações públicas já que elas também precisam cuidar de suas famílias após o expediente de trabalho ao invés de atenderem a eventos de negócios”, destacou Seema Choudhary.

Parte do programa foi fornecer às participantes conhecimento e ferramentas para a implementação de um programa eficaz de compliance em suas empresas. Nesse sentido, o treinamento faz referência ao Modelo de Administração do Pacto Global da ONU que inclui seis passos: comprometer-se, avaliar, definir, implementar, medir e comunicar. Junto com os treinadores, as participantes debateram sobre como colocar em prática cada passo e o que precisa ser levado em consideração para evitar falhas. E, como apoio futuro, a Alliance for Integrity fornece o acesso a um Support Desk, onde as respostas para suas dúvidas são obtidas em até 72 horas.

Outro importante fator de sucesso é a abordagem prática do programa. As participantes não ganham somente conhecimentos teóricos mas também discutem casos concretos de estudo, praticam o que aprenderam através de atividades de atuação e aprendem boas práticas internacionais. Nas rodadas abertas, elas também compartilhar suas experiências e trabalhar em conjunto para encontrar soluções inter-setoriais.

Baseado nas questões das participantes, Dinesh Agrawal e Bhavna Arora explicaram que certificações ISO, tias como a ISO 9000, que auxilia as empresas a aprimorarem a credibilidade delas e, então, expandirem seus negócios. Os treinadores também apontaram vários programas governamentais disponíveis para start-ups escalarem seus negócios. Como exemplo, eles mencionaram plataforma GEM fornecida pelo governo indiano, que pode ser utilizada para facilitar a licitação online de bens e serviços requeridos por ministros, organizações e unidades do setor público. Assim, transparência, eficiência e rapidez no processo licitatório são aprimoradas.

“Além da minha participação no treinamento de prevenção à corrupção, o TheIntegrityApp me auxiliou a aprimorar nossos mecanismos de compliance”, adicionou Aparna Makkar, co-fundadora da Samvaad Setu Education Pvt Ltd. Sua companhia ainda está nos estágios iniciais. O TheIntegrityApp a apoiou a montar um Sistema de compliance, que agora ela poderá desenvolver.

O treinamento VSVK de prevenção à corrupção para mulheres empreendedoras alcançaram um feedback positivo entre as participantes. As quatros sessões digitais criaram uma base para a construção de um negócio sustentável. Agora depende delas de colocar isso em prática.

Autora: Seema Choudhary

 
Este site utiliza cookies. Você pode saber mais sobre seus direitos e como evitar cookies em nossa política de proteção de dados.Schließen